600x300x1

Estudo compara torniquete estéril e não estéril na colonização microbiológica, em cirurgia de membro inferior1

Trinta e quatro torniquetes reutilizáveis e não estéreis foram amostrados antes da aplicação cirúrgica, vinte e três dos quais (68%) estavam contaminados com vários organismos diferentes, incluindo Staphylococcus spp, Staphylococcus aureus, Sphingomonas paucimobilis, Bacillus spp, e coliformes. Por sua vez, trinta e seis torniquetes estéreis foram utilizados, sem contaminação associada (0%).

Houve contaminação significativa de 68% dos torniquetes cirúrgicos ortopédicos não estéreis. Estes são usados ​​regularmente em procedimentos envolvendo a colocação de próteses e trabalhos em metal, e podem atuar como uma fonte potencial de infecção. Nós recomendamos o uso de torniquetes descartáveis ​​estéreis de uso único, sempre que possível. A disponibilidade de uma alternativa deve agora definir novo padrão de atendimento e recomendamos a adoção deste como uma diretriz NICE para o controle da infecção do sítio cirúrgico.1

 

 

(1) Thompson SM et al. The effect of sterile versus non-sterile tourniquets on microbiological colonisation in lower limb surgery. St Peter’s Hospital, Chertsey, UK Ann R Coll Surg Engl 2011; 93: 589–590 doi 10.1308/147870811X13137608455334. Accepted 21 August 2011.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *