Sobre_cirurgiao

Tempo de cirurgia está entre os principais fatores de risco de infecção do sítio cirúrgico1

O tempo de cirurgia é apontado como principal fator de risco de infecção do sítio cirúrgico, em estudo em hospital de Minas Gerais. Neste estudo, encontrou-se associação estatisticamente significativa, em ordem crescente de importância com: o tempo de cirurgia; o potencial de contaminação da ferida cirúrgica no caso de cirurgias classificadas como potencialmente contaminadas, contaminadas e infectadas; o estado clínico do paciente; o caráter emergencial da cirurgia e a presença de implante ortopédico. Ao mesmo tempo, não foi encontrada diferença estatisticamente significativa para variáveis como sexo, índice de risco NNIS, idade, tempo de internação pré-operatório e a utilização de anestesia geral.

Por isso, reduzir o tempo de cirurgia é um desafio constante para a medicina. Concorrem para isso a evolução da técnica cirúrgica, a tecnologia e materiais cirúrgicos cada vez mais práticos e inovadores. 1

Referências:

1. Ercole FF, Franco LMC, Macieira TGR, Wenceslau LCC, Resende HIN, Chianca TCM. Risco para infecção de sítio cirúrgico em pacientes submetidos a cirurgias ortopédicas. Rev. Latino-Am. Enfermagem [Internet]. nov.-dez. 2011 [acesso em: 18/08/2016];19(6):[08 telas]. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rlae/v19n6/pt_12.pdf

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *