Sobre_cirurgiao

Cerca de 30% das infecções hospitalares podem ser evitadas

Algumas infecções hospitalares são evitáveis e outras não. Infecções não preveníveis são aquelas que ocorrem a despeito de todas as precauções adotadas, como pode-se constatar em pacientes imunologicamente comprometidos, originárias a partir da sua microbiota. Infecções preveníveis representam cerca de 30% das infecções. São aquelas em que se pode interferir na cadeia de transmissão dos microrganismos. A interrupção dessa cadeia é realizada por meio de medidas reconhecidamente eficazes como a lavagem das mãos, o processamento dos artigos e superfícies e a observação das medidas de assepsia. Nesse sentido os materiais esterilizados, fabricados com o mais elevado padrão de qualidade, desempenham um papel essencial e cada vez mais relevante para o combate às infecções preveníveis.1

Saiba mais sobre o padrão Seterifarma de Qualidade

1. Pereira, Milca Severino, et al. “A infecção hospitalar e suas implicações para o cuidar da enfermagem.” Texto Contexto Enferm 14.2 (2005): 250-7.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *