10

As agulhas de crochê da Sterifarma são estéreis e contam com registro na Anvisa

As agulhas de crochê facilitam a cirurgia pois não há necessidade de suturar a região operada, já que o corte necessário é de apenas 2 mm.  A primeira apresentação da técnica para o uso das agulhas de crochê no tratamento das varizes aconteceu em 1975. Hoje, as agulhas de crochê são amplamente utilizadas em cirurgias de varizes e os médicos podem contar com as agulhas de crochê com o elevado padrão de qualidade Sterifarma, confeccionadas em aço inoxidável e esterilizadas com óxido de etileno.

Registro na Anvisa nº 10448330029.

Saiba mais